Publicidade

Publicidade

04/07/2011 - 15:33

Copa América: a mais carniceira das decisões

Compartilhe: Twitter

Por Maurício Targino

Estádio Monumental de Nuñez, no próximo 24 de julho. A seleção argentina, dizem os especialistas, deverá estar em campo decidindo a Copa América contra um candidato a vice, de preferência a “nova” seleção brasileira.

Em 1987, o cenário foi o mesmo, mas a Argentina não estava em campo. Campeã do mundo um ano antes, caiu fora do torneio na semifinal, com Maradona e tudo. E ainda tomou um couro da Colômbia na disputa de terceiro lugar. A decisão do título ficou entre Uruguai e Chile. Uma das finais de campeonato mais carniceira de todos os tempos.

Na referida Copa do Mundo que Maradona & seus asseclas venceram, o Uruguai também entrou para a história. Não pelo futebol (medíocre) apresentado, mas pela façanha de ter um jogador expulso aos 55 segundos (!) de jogo. O rapaz de fino trato se chama José Alberto Batista e o lance aconteceu no duro (inclusive de assistir) jogo contra a Escócia, na primeira fase.

“Cheats and cowards… the scum of world football” (em bom português, “Trapaceiros e covardes… a escória do futebol mundial), bradou o recém-falecido Ernie Walker, então dirigente da federação escocesa. A verdade é que um ano depois de darem vexame no México os uruguiaos estavam na decisão da Copa América. Contra o Chile que durante a campanha sapecou 4 x 0 no Brasil.

E veio então a final em Buenos Aires. Foram “somente” quatro expulsos num jogo que se fosse disputado no afrescalhado futebol contemporâneo teria na melhor das hipóteses uns 10 minutos de bola rolando. Foi tanta pancada que parecia proibido jogar futebol. Um dos únicos que queria fazer isso, Francescoli, acabou expulso pelo árbitro brasileiro Romualdo Arppi Filho. Por sinal, o mesmo que apitou o supracitado Uruguai x Escócia. Vai entender.

O placar foi de 1 x 0 para o Uruguai, gol de Pablo Bengoechea. O resultado é o de menos. O que vale mesmo é a nostalgia de um tempo em que o futebol se jogava com talento e “cojones”.

Confira uma parte da pancadaria no vídeo abaixo. E não esqueça de pôr as caneleiras:

Autor: - Categoria(s): Videos Futebol Tags: , ,
03/07/2010 - 11:48

Grandes momentos da Copa

Compartilhe: Twitter

Ato 1

Ato 2

Autor: - Categoria(s): Copa do Mundo, Videos Futebol Tags: , ,
02/06/2010 - 15:32

Confrontos engasgados da Copa 2010 – Uruguai x França

Compartilhe: Twitter

Uruguai x França – Grupo A – Estádio Green Point, Cidade do Cabo – 11 de junho, 15:30

Logo no primeiro dia da Copa 2010 a tabela reserva um confronto inusitado. As duas equipes se enfrentaram poucas vezes na história, apenas quatro. Foram dois amistosos, um em 1985 com vitória francesa por 2×0 e um empate sem gols em 2008 mas também foram duas vezes em Copas. Nenhuma delas é motivo de orgulho para os franceses. Em 1966, Uruguai e França se enfrentaram pela segunda rodada após empatarem em suas respectivas estreias e a vitória por 2×1 do Uruguai praticamente eliminou os franceses, que chegaram à última rodada precisando vencer a anfitriã Inglaterra, o que não aconteceu. Em 2002, novo confronto pela segunda rodada, após ambos serem derrotados na primeira partida. A França defendia o título e o empate em 0x0 obrigou os dois a vencerem seus jogos na rodada decisiva. Nenhum deles conseguiu e os dois voltaram para casa mais cedo. Henry, astro da classificação francesa com sua “carregada” na partida contra a Irlanda em 2009, foi expulso na partida em 2002 ainda no primeiro tempo. Recoba perdeu um gol inacreditável e ele, ‘Loco Abreu’, também errou das suas. Veja um compacto:

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags: , , , , , , , ,
Voltar ao topo