Publicidade

Publicidade

15/08/2011 - 19:38

Aguero, mas pode (quase) chamar de Romário

Compartilhe: Twitter

Não é porque Kun Aguero jogou o que jogou na sua estreia pelo City, contra um adversário fraco, que eu iria dizer isso aqui.

Na verdade, eu já tinha falado esta sandice muito antes, em 2007 e este link comprova.

“Aguero, a sensação argentina, lembra (eu disse lembra) o jeito de Romário jogar. Baixinho, difícil de derrubar, sempre na perna direita, cabeça levantada, matador incansável. Dá gosto de vê-lo.”

Cada vez mais firme na Seleção e agora com o Campeonato Inglês pela frente, num time sem a tradição dos grandes, ainda falta um feijãozinho extra, claro, para ele se consagrar de vez como o Baixinho brasileiro.

Agora, a semelhança é cada vez mais assustadora na minha opinião. Hoje, sem querer, eu achei essa compilação, que não fui eu que fiz, mas adoraria ter tido o tempo, a capacidade e a competência de fazer. O cara teve a pachorra de colocar lances tão parecidos dos dois que dá até para confundir em algumas das imagens.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags: , ,
25/03/2009 - 12:20

Vários ataques

Compartilhe: Twitter

Começo com o Corinthians, claro. Afinal errei, para variar, meu palpite no clássico. Como se todo mundo sempre acertasse palpite de clássico. Deveria fazer como todo mundo e repetir a ladainha: ‘clássico é clássico… não tem favorito’. Mas eu não aprendo e nem pretendo aprender.

O futebol sempre prega peças. Acho só engraçado que nos comentários tenha tanta gente intolerante com a opinião alheia e confunda as coisas. De qualquer forma, viva o futebol.

Douglas fez seu melhor jogo do ano e Dentinho brilhou na linda cabeçada. Bom saber que dá para dar um tempo a Ronaldo, dentro e fora de campo. Pelo menos até hoje. Eu estarei lá, aliás.

Santos

Será que esse montoado de bons jogadores vai virar um time? E eu vou dar um tempinho ao Neymar. Falei demais dele semana passada. Só acho uma coisa. Temque ir sim para a Sub-17. Não pode queimar esta etapa do garoto.

Nilmar e Taison

E o passe de ombro do Nilmar ontem? E o de calcanhar? Três dele, três do Taison. O melhor ataque do Brasil, se é que dá para fazer essa comparação em tempos de estaduais.

E a gente só tem a mesma pergunta a fazer. A mesma do ano passado:

“O Colorado vai ser favorito só no papel de novo para os títulos nacionais este ano ou vai vingar?”

Keirrison e Ortigoza?

E o Luxa ontem resolveu prestigiar o Jéci, hein? O cara faz um gol contra aos 12 minutos do primeiro tempo e foi substituído aos 27 do primeiro tempo. Tudo bem que foi para inverter o esquema de três zagueiros. Mas em casa ainda. E, claro, o cara que entrou no lugar, virou o jogo.

Fora isso, o Palmeiras finalmente parece não ter mais um jogador apenas que sabe se posicionar na área. Em outros tempos, essas duas bolas só teriam sobrado para o Keirrison. Mas sobraram para o Ortigoza.

Maradona, Tevez, Messi e Aguero

Tudo bem que o jogo é contra a Venezuela em casa. Mas Maradona enche os olhos da boleiragem ao escalar Tevez, Messi e Aguero no ataque da Argentina. Programão para sábado às 19h10.

Autor: - Categoria(s): Futebol Brasileiro, Futebol Internacional Tags: , , , , , , ,
02/03/2008 - 18:25

Fred, Robinho, Ronaldinho e … Kun

Compartilhe: Twitter

Fred gostou tanto do post que eu fiz aqui falando que a fase era péssima que resolveu jogar bola. Mais uma vez, fez o gol da vitória do Lyon. Duro é que pouca gente vê, pouca gente sabe. O lugar de Fred não é na França, definitivamente.

Ronaldinho não evitou a derrota amarga do Barcelona. Mas fez um golaço de bicicleta. O gênio tem dado o ar da graça ultimamente. Seja nos passes, seja neste gol. Resta saber que vai dar tempo de ganhar algo.

Robinho voltou com requintes de crueldade. É o grande jogador do Real no momento, dando esperança de que dá para virar contra a Roma. Fez dois gols pelo Real no apertado 2 x 3. O terceiro gol foi um golaço, tipo Romário.

Por falar em Romário, Kun Aguero, o craque argentino do Atlético de Madri, abusou, como sempre, de jogar bola contra o Barcelona. Marcou dois gols. Este moleque é o primeiro craque argentino dos últimos 20 anos a NÃO ser chamado de ‘Novo Maradona’. Melhor (ou pior) me lembra muito Romário (como já escrevi aqui algumas vezes). Todo mundo esperava ver Messi. Mas foi Ronaldinho que fez o golaço e Kun que acabou com o jogo.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags: ,
05/10/2007 - 18:30

Messi, Maradona, Aguero e… Romário

Compartilhe: Twitter

99% dos bons jogadores que aparecem na Argentina são chamados de novo Maradona. Desde Diego La Torre, passando por Ortega, Aimar, D’Alessandro, Riquelme e agora Messi, todos são o novo Dieguito.

Essas comparações irritam um bando de gente. Eu confesso que gosto. As pessoas confundem. Quando um jogador lembra o outro, por um lance, ou por uma postura ou mesmo porque se inspira no ídolo, não quer dizer que seja melhor que o anterior. Até porque dificilmente nascerá na Argentina alguém melhor que Maradona (quem sabe no Brasil.. hehe).

Feita a introdução, posso sem medo de ser feliz dizer que o duelo deste domingo entre Barcelona x Atlético de Madri reúne dois argentinos talentosíssimos que são projetos de Maradona e Romário.

Aguero, a sensação argentina, lembra (eu disse lembra) o jeito de Romário jogar. Baixinho, difícil de derrubar, sempre na perna direita, cabeça levantada, matador incansável. Dá gosto de vê-lo. E Messi, mais popular, todo mundo já sabe.

Os dois são artilheiros da Liga na Espanha. Os dois são o futuro e a esperança dos hermanos de enterrarem a geração perdedora que vem desde o fim da era Maradona.

Para quem não viu ainda Aguero, segue uns lances dele.

Neste outro vídeo, ele fez o primeiro e o terceiro gols do Atlético no meio da semana pela Copa da Uefa. Veja se não lembra, principalmente no primeiro gol.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags: , ,
Voltar ao topo