Publicidade

Publicidade
28/01/2009 - 18:02

Rodízio do (Ronaldinho) Gaúcho

Compartilhe: Twitter

Os times da Europa adotam o tal rodízio. Como jogam muitos torneios sempre (e não reclamam), os times são diferentes a toda hora. Alguns são mais irritantes, como o Liverpool por exemplo, que só em final de Champions League você consegue descobrir realmente qual é o 11 titular (e olhe lá).

Outros são ainda mais irritantes, como Manchester United, que faz rodízio e sempre tem o melhor time do mundo. Sai Rooney entra Tevez. Sai Scholes, entra Anderson. Não importa se joga o terceiro time, o Manchester United é sempre favorito.

Os times brasileiros, os que têm elenco minimamente decente, também começam a fazer o mesmo, ainda que a nossa cultura seja diferente. Muricy, claro, é um dos pioneiros. Não que ele seja gênio, mas ele é o cara que tem dois times de alto nível a sua disposição. Mas, é lógico, no primeiro jogo que perder com craques no banco, vai ser cobrado.

Mas tem um ‘rodízio’ que deixou de ser rodízio há algum tempo. Desde que 2009 chegou, Ronaldinho só foi titular no Milan contra a Roma. Nos demais, banco! Três jogos seguidos com o de hoje. Não me parece um rodízio, mas sim uma condição do jogador que, convenhamos, já deveria estar em forma nesta altura do campeonato.

Tem entrado no segundo tempo, na vaga de Alexandre Pato, que aproveita Beckham, Seedorf e Kaká em campo para voltar a marcar gols e jogar bem.

Ps: Depois falam que a gente pega no pé. Mas enquanto foi titular e decidiu clássico e tudo no final do ano passado, Dunga não chamou Ronaldinho. E, claro, bem agora, que ele nem é titular do Milan, está fora de forma ainda, ele está de volta.

Autor: - Categoria(s): Futebol Internacional, Seleção Brasileira Tags: ,

Ver todas as notas

Sem comentários para “Rodízio do (Ronaldinho) Gaúcho”

  1. Title…

    […]here are some links to web pages that we link to due to the fact we consider they’re really worth visiting[…]…

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo