Publicidade

Publicidade
02/01/2009 - 13:50

Kaká, Beckham, Ronaldinho e os novos Galácticos

Compartilhe: Twitter

A galáxia saiu de Madri e voou até Milão. Antes, porém, uma breve passada por Dubai, onde o estrelado Milan faz uma (inter)temporada para dar o bote no segundo semestre do futebol europeu (Copa da Uefa e quebrar o possível e inédito tetra da Inter).

Eu não faço idéia qual time Ancelotti vai montar. Parece lógico que Kaká é o super titular. Ele e mais 10 como diz o comercial. Mas acho difícil o meio-de-campo não contar com um volante para substituir Gattuso (Ambrosini?), além dos tradicionais Pirlo e Seedorf. Kaká e Ronaldinho poderiam ser a linha de frente para que Beckham ganhasse uma quarta vaga no meio.

Essa formação com quatro meias e dois atacantes fatalmente colocaria no banco Pato, Shevchenko e Inzaghi. Mas me parece a que dá mais força a uma equipe que já sofre com o desgaste da idade de seus jogadores e não tem rendido tanto com três atacantes.

Meu time seria: Dida, Zambrotta, Senderos, Nesta e Jankulovski; Ambrosini (Emerson), Pirlo, Beckham e Seedorf; Kaká e Ronaldinho.

No papel, parece sólido e bom já que Becks, Pirlo e Seedorf também sabem marcar. O banco é excelente, o que é muito necessário num time dessa idade. Vamos ver se engrena.

Autor: - Categoria(s): Futebol Internacional Tags: , , , ,

Ver todas as notas

3 comentários para “Kaká, Beckham, Ronaldinho e os novos Galácticos”

  1. Pedro Mota disse:

    não sei como iria ser ecebido no balneario,o facto de beckham ser titular uma vez que ele está de passagem…o milan tem uma equipa mal estruturada,logo não tem hipotese na luta contra o inter,que têm melhor plantel e muito melhor treinador…

  2. ronaldinho disse:

    pow eu tenho apenas 15 anos ja tou jogando no time do prainha da qui de sao pedro nao e time pequeno nao e time grande
    mas realmente to querendo ser um proficional como que eu faça

  3. Paulo Frias disse:

    Amigo, seu time ideal do Milan é uma tipica escalação de quem nunca viu um jogo do futebol italiano!

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo