Publicidade

Publicidade

Arquivo de março, 2008

17/03/2008 - 10:40

Segue o mistério fantástico de Javier Saviola

Compartilhe: Twitter

Todo mundo achava ques era implicância de Rijkaard (eu inclusive – só mergulhar nos arquivos deste blog). Saviola era um dos grandes atacantes do futebol mundial, titular por muitas vezes da Seleção Argentina e sequer tinha chance no elenco do Barça. Gudjhonsen ou Larsson eram preferidos no posto de reservas. El Conejo ou era emprestado (e arrebentou no Monaco e no Sevilla) ou mal ficava no banco quando voltou.

Mesmo marcando gols (foram 12 em 24 partidas) foi colocado à venda ao final da última fracassada temporada do Barcelona.

Eis que vem o Real Madrid e faz a sua contratação de sonhos. Afinal, tudo o que aquele argentino precisava era uma chance no maior rival, para provar a todos que ele é, sim, jogador top do futebol mundial.

Mais de meia temporada depois, Saviola está à venda. Isso mesmo. Seis partidas na Liga (sofr[iveis 242 minutos jogados) e apenas dois gols, com baixo rendimento inclusive nos treinos fizeram com que Schuster entrasse na mesma comunidade de Rijkaard no time dos que não gostam de Saviola.

Saviola completa em 2008 27 anos. Novo ainda, precisa de outro clube, de preferência outra liga, quem sabe outro continente (River? Flamengo?) para recomeçar.

Com o surgimento de Aguero, Messi, a consolidação de Tevez e Palacios e o moral de Crespo, dificilmente ele seguirá sendo lembrado na Seleção amargando temporadas seguidas sem jogar.

Eu ainda quero dizer que Saviola jogaria no meu time.

Mas cada vez fica mais difícil.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
14/03/2008 - 09:40

Controntos definidos

Compartilhe: Twitter

Arsenal x Liverpool
Roma x Manchester United
Schalke x Barcelona
Fenerbahce x Chelsea

Mais ainda.

A semifinal 1 é entre os vencedores dos jogos 1 e 4 enquanto a semifinal 2 entre os vencedores do meio.

Ou seja, os já conhecidos Barcelona e Chelsea, por exemplo, só na final.

Pior (ou melhor), uma semifinal tem tudo para ser Manchester United x Barcelona. Algo que, com Ronaldinho melhorando, Messi em forma, e o incrível Manchester, poderá vir a ser o grande duelo do ano.

O Chelsea, na minha opinião, é o segundo melhor adversário que poderia pegar o ‘nosso’ Fenerbahce. Pode até dar zebra aí. O melhor seria o Schalke, mas coube ao Barça.

O confronto da morte é sem dúvida Arsenal x Liverpool. O primeiro com grande futebol coletivo e Fabregas e o segundo com tradição, excelente marcação e Fernando Torres.

Por mais que a Rominha esteja bem, acho difícil contra o Manchester.

Os jogos das quartas acontecem 1/2 e 8/9 de abril.

As semis 22/23 e 29/29 de abril.

A final, em Moscou, 21 de maio.

Palpite?

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
13/03/2008 - 10:14

A nova cara do Brasil na Champions League

Compartilhe: Twitter

Pegue as oito equipes que sobraram na Champions League e verá que este negócio que brasileiro faz a diferença, acontece, joga bonito, decide, já não é mais tão verdade.

Uma verdadeira constelação de zagueiros, laterais e volantes é responsável pelo grosso brazuca nas quartas-de-final da atual Champions League.

Com a saída do Milan de Kaká, Pato e Ronaldo. Do Real Madrid de Robinho, do Sevilla do Luis Fabiano, do Lyon do Juninho, o Werder do Diego, sobrou para o Brasil um número consistente de jogadores importantes, mas quase todos coadjuvantes.

Veja a lista dos que sobraram (jogadores que atuam por outros países como Deco, Eduardo da Silva, Kuranyi e os turcos eu deixei de fora. O Taddei ainda ficou).

Goleiro
Doni

Laterais
Rafinha
Cicinho
Belletti
Fábio Aurélio
Roberto Carlos
Sylvinho

Zagueiros
Bordon
Juan
Alex
Edmilson
Edu Dracena

Volantes/Meias
Zé Roberto (ex-Bota)
Taddei
Lucas
Anderson
Rodrigo Possebom
Denilson
Gilberto

Atacantes
Mancini (??)
Deivid

Foras de série
Alex
Ronaldinho

Ou seja, uma lista não pequena de inscritos. A maioria compõe bem o grupo. São importantes em seus times mas nada assim que faça a bolsa de valores despencar. Lateral nem se fala. Apenas Manchester e Arsenal, entre os 8 times restantes, não contam com ao menos um lateral brasileiro. A Roma, inclusive, tem um lateral que chama de atacante, o Mancini.

Titular da seleção, apenas um: Juan.

Pouquíssimos, como o próprio Mancini, Taddei, Bordon e Doni podem bater no peito e dizer que são titulares absolutos.

E apenas dois (Alex e Ronaldinho) fazem realmente a diferença. São gênios e podem decidir não uma (como Belletti já decidiu), mas várias partidas.

Seria esta a nova vocação do jogador brasileiro?

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
12/03/2008 - 18:21

Franck Ribery e Fernando Torres

Compartilhe: Twitter

Muito se fala aqui neste blog de Cristiano Ronaldo e Messi como os dois favoritos para melhor do mundo deste ano. Com toda justiça. Fala-se também de Fabregas, o armador mais completo do futebol atual.

Mas gostoria de chamar a atenção para outros dois jogadores individualmente.

Ribery e Torres.

O francês não está disputando o grande palco do futebol mundial, é verdade. Não acho que no Bayern da Copa da Uefa ele tenha condições de estar entre os três melhores do mundo. Só se sua Euro for impecável e no segundo semestre mantenha o ritmo.

Mas poucos jogadores evoluíram como ele na temporada. Ele segue sendo o mesmo meia armador rápido e incisivo. Dá assistências (5 na Bundesliga) como sempre fez mas agora também marca gols. Para se ter uma idéia, entre 2005 e 2007, no Olympique, ele marcou apenas 11 gols pela Ligue 1. Em meia temporada no Bayern, são 6 na Liga.

Se Ribery não tem chance de ficar entre os 3 do mundo, Fernando Torres é diferente. Liverpool era Gerrard e mais 10, agora é Torres, Gerrard e mais 9. El Niño tem 19 gols na Premier League e outros 4 na Champions League.

De quebra, tem se especializado em golaços, como o que despachou de vez a Inter de Milão no Giuseppe Meazza.

Se seguir na toada, pode levar o Liverpool para mais uma final de Champions, apesar de praticamente não ter mais chances no Inglês.

Na Euro, por mais que a Espanha seja a eterna looser, quem sabe com ele e Fabregas na fase que estão, possa fazer um papel mais digno. Um bom resultado certamente poderia colocá-lo no top 3 final dos melhores do mundo de 2008.

Cristiano Ronaldo é nome certo. Messi vai depender da volta da contusão, mas também ganha muito força com a campanha do Barça na Champions e as Olimpíadas. A terceira vaga parece totalmente em aberto.

Eu sei que estamos em março. O ano mal começou. Até lá Pato, Robinho ou Kaká podem ser heróis do ouro em Pequim. Ronaldinho pode se consagrar com o tri culé na Champions.

Mas, enfim, façam suas apostas.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
12/03/2008 - 09:06

Uma semana depois, a mesma (??) história em Milão

Compartilhe: Twitter

Tuesday, 11 March 08, 19:30

Há uma semana, o Arsenal tinha tudo para vencer o Milan. Uma temporada melhor, entrosamento perfeito, embalado. Do outro o Milan, mal na Liga, sem Ronaldo, sem Seedorf, sem Dida e com Kaká voltando de contusão.

Mas, afinal, era o Arsenal. E quem é boleiro sabe. Tudo acontece com o Arsenal. Do outro lado, tudo dá sempre certo para o Milan. (control c)

Pois (não) deu zebra. O Arsenal não se apequenou e venceu na volta, com dois belos gols.

Hoje era uma espécie de repeteco. A Inter faz temporada quase perfeita. Ano do centenário, Ibra em grande fase e muito otimismo apesar dos inúmeros desfalques na zaga. Do outro lado, um Liverpool razoável na Premier League e que se classificou aos trancos para esta fase da Champions.

(control v) Mas, afinal, era a Inter. E quem é boleiro sabe. Tudo acontece com a Inter. Do outro lado, tudo dá sempre certo para o Liverpool.

Pois (não) deu zebra. A Inter se apequenou, Ibra isolou todas as bolas, Cruz todas as outras e viu Fernando Torres (cada vez melhor) decidir o jogo que teve Lucas e Mascherano absolutos no meio.

O Arsenal fugiu do famoso ‘jogou como nunca, perdeu como sempre’. A Inter, não.

Fica o sorteio para sexta-feira. São quatro ingleses, um italiano, um espanhol, um alemão e um turco.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
07/03/2008 - 17:34

Semaninha rubro-negra

Compartilhe: Twitter

Milan, Flamengo e Atlético-PR.

Nem Toró nem Furacão. Muito menos algum Pato na Lagoa.

Que fase, hein?

Só Sport e Vitória, classificados na Copa do Brasil, salvam.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
06/03/2008 - 19:22

Breno: tão perto, tão longe

Compartilhe: Twitter

O Bayern de Munique, nesta quinta-feira, meteu 5 x 0 no Anderlecht fora de casa pela Copa da Uefa. Lucio não jogou. Mesmo assim, Breno ficou no banco. E não entrou.

Aliás, as estatísticas são cruéis. Sabe quantos minutos o Breno ficou em campo somando Copa da Alemanha, Bindesliga e Copa da Uefa?

ZERO

Isso mesmo. Fez um amistoso logo que chegou. Depois não teve oportunidade nenhuma no time que tem na zaga um de seus principais orgulhos com o trio Lucio, Van Buyten e Demichelis (só dois jogam). E, com a Liga apertada, capaz de não ter muitas chances mesmo.

Tudo bem, numa relax, numa boa (esta biografia do Tim Maia que não me sai da cabeça). Acontece nas melhores famílias, sobretudo com jovens brasileiros em sua primeira temporada na Europa, principalmente na Alemanha.

O problema, para Breno, é que Pequim está aí. E como é que o Dunga vai chamar um zagueiro que, no 65º dia do ano de 2008, ainda tem zero minutos jogados?

Enquanto isso, Henrique ganha a posição de titular no Palmeiras. Joga clássico importante, elogios rasgados de Luxemburgo. Até mesmo Alex Silva, que tem previsão de volta no mais tardar em maio, capaz de jogar mais do que Breno até lá. Fora Gladstone, que não é titular absoluto, mas pelo menos joga frequentemente no Sporting. Um deles será titular ao lado, parece cada vez mais óbvio, de Juan ou Lúcio, já que este é o setor do campo menos favorecido nesta safra de jogadores sub-23 e terá que ser reforçado.

Uma pena. Pois Breno apareceu como uma das mais interessantes promessas do Brasil ano passado. Pena mais ou menos, afinal Breno não foi para o Japão ou à Ucrânia, mas sim para uma das mais importantes equipes do mundo. Não se pode lamentar.

Fato é que, do jeito que vai, Breno vai inventar uma nova geografia. A distância entre Brasil e China para jogadores como Henrique, por exemplo, ficou bem menor do que a distância entre a Alemanha e a China de Breno.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
05/03/2008 - 19:31

Milan, Real Madrid e 16 títulos foram para casa

Compartilhe: Twitter

O Real Madrid tem 9 títulos europeus. O Milan, 7. Os dois agora, de mãos dadas, vão para casa. Assim como Milan 0 x 2 Arsenal foi um jogão, Real 1 x 2 Roma foi outra epopéia futebolística.

ROMA

Jogaço, com uma Roma determinada a vencer e um Real Madrid perdido, empurrado por um outro bom momento. Com Raul sumido e Robinho apagado, coube aos pavones Julio Baptista e Guti alguns lampejos e tentativas.

Taddei fez um golaço de cabeça. Raul empatou impedido e Vucinic, monstro depois de entrar no lugar de Mancini, fez outro. Alquilani dominou o meio. Juan firme como sempre na zaga. A Roma está classifica com muitos méritos.

CHELSEA

Não vi, mas parece que foi em ritmo de treino. A boa notícia é que a cada jogo Ballack parece encontrar seu espaço no time. Ele mesmo marcou o primeiro gol, de cabeça. O Chelsea, ao contrário dos outros anos, é o come-quieto da Champions. Ninguém cravaria ele como favorito a nada. Nem eu.

SCHALKE

E infelizmente não se fala mais português nas quartas-de-final da Champions League. Um Porto zero inspiração e dez de disposição, com 10 em campos, fez um golaço com Lisandro Lopes faltando 4 minutos para acabar.

Prorrogação e pênaltis.

Mas não deu. Hélton não pegou nenhum e o Porto perdeu dois. Lisandro Lopes, o mesmo, perdeu o segundo deles. Schalke classificado e o bicampeão Porto fora.

INTER OU LIVERPOOL?

Só falta um jogo. Inter recebe o Liverpool na semana que vem. Resta saber que os milanistas viram o enjoado placar (0 x 2) ou se o Liverpool será o quarto inglês entre os oito melhores da Europa.

Com Real e Milan fora, o Liverpool, terceiro maior vencedor da história, tem mais é que tomar cuidado.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
04/03/2008 - 19:58

Rodada da terça

Compartilhe: Twitter

FENERBAHCE

Que jogo, que disputa foi Sevilla 5 x 5 Fenerbahce. Venceram os turcos, nos pênaltis. Muito legal para o time que já foi de Alex e de Zico, mas nesta terça foi o time do Deivid, com dois gols durante o jogo.

O jogo tava 3 x 1 para o Sevilla e o técnico Gimenez fez a gracinha do ano. Tirou Luis Fabiano e colocou Renato, para segurar. Um minuto depois, em cobrança de falta de Alex, Deivid marcou e levou o jogo para a prorrogação e os pênatis.

Primeira vez na história que o time turco chega nas quartas-de-final.

ARSENAL

O jogão da rodada foi em Milão. O Arsenal DO MI NOU o time adversário. Deu aula de marcação ao Milan, que por muitos anos foi a melhor defesa que já existiu no futebol.

Marcou pressão, na saída de bola, acabou com o jogo. A bola chegava pouco para Pato e Kaká. Pato desperdiçou grande chance no primeiro tempo e, no segundo, deu alguns chutes perigosos. Kaká teve bons chutes também, mas sempre na raça e na força.

Aí vem Fabregas, um dos quatro melhores jogadores do ano até aqui ao lado de Cristiano Ronaldo, Messi e Robinho, e faz um golaço quando o jogo caminhava para a prorrogação. Ele já tinha acertdo o travessão no primeiro tempo. O gol de Aderbayor na excelente jogada de Walcott nem precisava.

Surpreendente o resultado na minha opinião, pela camisa e pelo peso do Milan, com o melhor jogador do mundo do ano passado em campo. Mas, nos dois jogos, o Arsenal jogou muito mais e merece e muito.

BARCELONA

Ronaldinho está voltando. Jogando bem mesmo. Solto lá na esquerda. Mas a nota deste jogo foi a tristeza de Messi na hora de sua contusão muscular. Chorou como criança. Foi amparado por todos os companheiros. Se for grave, a contusão pode tirá-lo (de novo) dos momentos decisivos do Barcelona na Champions. Para quem vinha sendo um dos quatro melhores jogadores da temporada, uma tristeza realmente. Sobre o jogo, placar magro, futebol magro, mas o suficiente.

MANCHESTER UNITED

Falar em resultado magro, Cristiano Ronaldo fez o gol da vitória de seu time contra o faz-me-rir do Lyon. Merecido e segue um dos grandes favoritos ao título.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
02/03/2008 - 18:25

Fred, Robinho, Ronaldinho e … Kun

Compartilhe: Twitter

Fred gostou tanto do post que eu fiz aqui falando que a fase era péssima que resolveu jogar bola. Mais uma vez, fez o gol da vitória do Lyon. Duro é que pouca gente vê, pouca gente sabe. O lugar de Fred não é na França, definitivamente.

Ronaldinho não evitou a derrota amarga do Barcelona. Mas fez um golaço de bicicleta. O gênio tem dado o ar da graça ultimamente. Seja nos passes, seja neste gol. Resta saber que vai dar tempo de ganhar algo.

Robinho voltou com requintes de crueldade. É o grande jogador do Real no momento, dando esperança de que dá para virar contra a Roma. Fez dois gols pelo Real no apertado 2 x 3. O terceiro gol foi um golaço, tipo Romário.

Por falar em Romário, Kun Aguero, o craque argentino do Atlético de Madri, abusou, como sempre, de jogar bola contra o Barcelona. Marcou dois gols. Este moleque é o primeiro craque argentino dos últimos 20 anos a NÃO ser chamado de ‘Novo Maradona’. Melhor (ou pior) me lembra muito Romário (como já escrevi aqui algumas vezes). Todo mundo esperava ver Messi. Mas foi Ronaldinho que fez o golaço e Kun que acabou com o jogo.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags: ,
Voltar ao topo