Publicidade

Publicidade
24/01/2008 - 12:52

Não depende só de Dunga

Compartilhe: Twitter

Feita a primeira convocação com uma pitada olímpica, muito começou a se discutir sobre os três jogadores com mais de 23 a serem levados.

Acho cedo para definir. Afinal, esta escolha passa por muitos mais fatores do que se pode crer. Dunga não depende apenas dele, mas de outros treinadores para ter certeza de quais posições ele precisa de experiência.

Três exemplos bastante ilustrativos.

1) Dunga depende de Abel

Se Renan seguir sendo o goleiro titular do Internacional, como foi na primeira rodada do Gauchão e será nesta noite, temos um goleiro. Renan é um ótimo goleiro e tudo o que lhe faltou até hoje foi sequência, já que Clemer era o intocável da posição. Assim como Diego Cavalieri, tenho plena convicção que assim que ficar seis meses seguidos como titular, nunca mais sairá, independente da sombra que tem no banco. Mas goleiro, mais do que atacante até, precisa jogar. Precisa disputar o Gauchão todo e o primeiro turno do Brasileirão parachegar em Pequim dono da camisa 1. Caso contrário, com os outros goleiros olímpicos sendo jovens demais, acredito que o favorito Julio Cesar (ou Diego Cavalieri ou Rogerio Ceni) teriam, sim, que ser donos de uma das vagas para mais de 23.

2) Dunga depende de Paco Chaparro

Rafael Sóbis seria um excelente dupla para Alexandre Pato. Tem Libertadores nas costas, convocações e boas atuações para o time principal e o escambau. Mas ele não joga. Passou em campo pouco mais da metade dos minutos que o Betis disputou na atual liga da Espanha. Tivesse vindo ao Palmeiras como se especulou, garanto que estaria em forma para os Jogos. Mas sem a confiança completa de seu treinador, não será em duas semanas de treinamento que ele vai entrar em ritmo de jogo. Ou seja, abre-se a necessidade de um atacante para fazer dupla com o Pato. Robinho seria o mais forte candidato hoje. Além do bom futebol, merece ir aos Jogos depois de encarar e decidir a Copa América.

3) Dunga depende de Ottmar Hitzfeld/Klinsmann

Breno, no São Paulo, com a responsa que é vestir esta camisa, seria titular da seleção olímpica com o pé nas costas. Agora, foi vendido ao poderoso Bayern de Munique. Se ele emplacar logo na primeira temporada, chegando no inverno, e for titular de cara, além de ser uma exceção, Breno será ainda mais titular em Pequim. Mas vamos supor que isto não aconteceça, afinal o Bayern morre de orgulho de sua defesa, com Lucio, Demichelis, Buyten, Sgnol, Lahm, Jansen, Kahn, etc. Aí Dunga tem muita necessidade de ter um zagueirão da sua confiança. Juan é o meu preferido. Mas mesmo Lúcio poderia ganhar a vaga pela moral que tem na tarja de capitão do time principal.

Terminados os três exemplos, o mesmo serve para Lucas no Liverpool, Rafinha no Schalke, Marcelo no Real Madrid.

Enfim, se Kaká parece ser a unanimidade entre os três, a definição das outras duas vagas é quase um jogo de xadrez. Fosse hoje, eu levaria Kaká, Juan e Robinho.

Mas amanhã eu já não garanto…

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:

Ver todas as notas

1 comentário para “Não depende só de Dunga”

  1. Ademilson disse:

    O Dunda depende do Geninho

    Deixando o Leandro Almeida jogar todo os semestre para chegar nas olimpiadas afiado.

    O Dunga depende do Geninho

    Porque vai esquentar a cabeca para montar o time com Danilinho e Eder Luis, como tambem o ja veterano Marques e o matador Marinho.

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo