Publicidade

Publicidade

Arquivo de janeiro, 2008

30/01/2008 - 14:17

Adriano x Crouch

Compartilhe: Twitter

O lance de Adriano me lembrou outro na Copa de 2006. O puxão de cabelo descarado que Crouch deu no zagueirão para marcar. Aquela sim uma falta daquelas bem claras.

A maior decepção deste lance, no entanto, não foi o juiz. Foi o Crouch não ter feito a dança do robô na comemoração. Disse que faria apenas se marcasse um gol na final da Copa do Mundo.

You wish!

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
27/01/2008 - 14:47

Lucas e o Havant & Waterlooville

Compartilhe: Twitter

A gente sabe que Lucas sempre chegou junto na frente no Grêmio e na Seleção. Fazia gols, tocava para frente. No Liverpool, segue tímido, marcando para o resto do time jogar, tocando de lado.

Enfim, coisas de primeira temporada. Daqui a pouco passa. A parte boa é que ele marcou seu primeiro gol ontem pelo time. Foi um golaço, no jogo de futebol mais legal de 2008 até aqui. O poderoso Liverpool, 5 Champions League nas costas, contra o famoso Havant & Waterlooville, time que poderia até ser chamado da sexta divisão, mas que é uma espécie de ‘sem-liga’. É, no entanto, a grande sensação da temporada. Como se sabe, a FA Cup é o torneio que reúne todos os times da Inglaterra. Uma delícia de competição.

Se seu time da várzea for vencendo, nada impede que dispute jogos com os grandes. E assim foi o Havant & Waterlooville e seus jogadores amadores que têm como profissões de lixeiro a personal trainer.

O time abriu o placar contra o Liverpool em Anfield. Lucas empatou. O time fez novamente 2 x 1. Aí o Liverpool virou para 5 x 2. Valeu pelo primeiro tempo e o 2 x 2. Um feito inacreditável, digno de filme, de documentário.

Fique com o golaço de Lucas abaixo (que ele se solte e marque outros). Mas não se esqueça dos bravos (alguns gordinhos) do Havant & Waterlooville. E viva o futebol!

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
25/01/2008 - 16:43

Quem é mais fabuloso?

Compartilhe: Twitter

Alguma coisa me intrigava enquanto acompanhava o surgimento de um novo monstro do tênis, o francês Tsonga, na Espn. O (cada vez melhor) Paulo Cleto até sugeriu uma semelhança com Cassius Clay (Muhammad Ali), o que faz muito sentido, mas eu seguia com a pulga atrás da orelha.

No segundo e terceiro sets, quando começou a dar pena do Rafael Nadal, a marra e a confiança do francês não se abalavam. Foi então que tive o clique. Tsonga é cara do Luis Fabiano. Mais. É o jeito de andar, o jeito de olhar, o jeito de comemorar. A atitude ‘Fabulosa’ como um todo. Tire a prova.

Forcei a barra ou faz sentido?

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
24/01/2008 - 16:45

Edson Bastos em momento Rodolfo Rodriguez

Compartilhe: Twitter

O Coritiba goleou o Real Brasil mas o lance que chamou a atenção de todos que foram ao campo foi a sequência de defesas de Edson Bastos, lembrando aquela histórica de Rodolfo Rodriguez.

Veja a de Bastos

E reveja aqui a de Rodolfo Rodriguez

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
24/01/2008 - 12:52

Não depende só de Dunga

Compartilhe: Twitter

Feita a primeira convocação com uma pitada olímpica, muito começou a se discutir sobre os três jogadores com mais de 23 a serem levados.

Acho cedo para definir. Afinal, esta escolha passa por muitos mais fatores do que se pode crer. Dunga não depende apenas dele, mas de outros treinadores para ter certeza de quais posições ele precisa de experiência.

Três exemplos bastante ilustrativos.

1) Dunga depende de Abel

Se Renan seguir sendo o goleiro titular do Internacional, como foi na primeira rodada do Gauchão e será nesta noite, temos um goleiro. Renan é um ótimo goleiro e tudo o que lhe faltou até hoje foi sequência, já que Clemer era o intocável da posição. Assim como Diego Cavalieri, tenho plena convicção que assim que ficar seis meses seguidos como titular, nunca mais sairá, independente da sombra que tem no banco. Mas goleiro, mais do que atacante até, precisa jogar. Precisa disputar o Gauchão todo e o primeiro turno do Brasileirão parachegar em Pequim dono da camisa 1. Caso contrário, com os outros goleiros olímpicos sendo jovens demais, acredito que o favorito Julio Cesar (ou Diego Cavalieri ou Rogerio Ceni) teriam, sim, que ser donos de uma das vagas para mais de 23.

2) Dunga depende de Paco Chaparro

Rafael Sóbis seria um excelente dupla para Alexandre Pato. Tem Libertadores nas costas, convocações e boas atuações para o time principal e o escambau. Mas ele não joga. Passou em campo pouco mais da metade dos minutos que o Betis disputou na atual liga da Espanha. Tivesse vindo ao Palmeiras como se especulou, garanto que estaria em forma para os Jogos. Mas sem a confiança completa de seu treinador, não será em duas semanas de treinamento que ele vai entrar em ritmo de jogo. Ou seja, abre-se a necessidade de um atacante para fazer dupla com o Pato. Robinho seria o mais forte candidato hoje. Além do bom futebol, merece ir aos Jogos depois de encarar e decidir a Copa América.

3) Dunga depende de Ottmar Hitzfeld/Klinsmann

Breno, no São Paulo, com a responsa que é vestir esta camisa, seria titular da seleção olímpica com o pé nas costas. Agora, foi vendido ao poderoso Bayern de Munique. Se ele emplacar logo na primeira temporada, chegando no inverno, e for titular de cara, além de ser uma exceção, Breno será ainda mais titular em Pequim. Mas vamos supor que isto não aconteceça, afinal o Bayern morre de orgulho de sua defesa, com Lucio, Demichelis, Buyten, Sgnol, Lahm, Jansen, Kahn, etc. Aí Dunga tem muita necessidade de ter um zagueirão da sua confiança. Juan é o meu preferido. Mas mesmo Lúcio poderia ganhar a vaga pela moral que tem na tarja de capitão do time principal.

Terminados os três exemplos, o mesmo serve para Lucas no Liverpool, Rafinha no Schalke, Marcelo no Real Madrid.

Enfim, se Kaká parece ser a unanimidade entre os três, a definição das outras duas vagas é quase um jogo de xadrez. Fosse hoje, eu levaria Kaká, Juan e Robinho.

Mas amanhã eu já não garanto…

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
18/01/2008 - 09:43

Riquelme na China

Compartilhe: Twitter

O técnico da seleção olímpica argentina, Checho Batista (lá Basile não acumulará as duas funções como aqui), anunciou os três jogadores com mais de 23 anos que, caso nada aconteça, irão aos Jogos de Pequim.

Riquelme
Mascherano
Demichelis

Uma espinha dorsal, cujo grande destaque, claro, é Riquelme.

Futebol deixado de lado, que Roman tem muito, é lógico, seu histórico na seleção não é muito vitorioso. Nunca ganhou um título. Ele vai liderar uma jovem equipe que, entre outros, terá Messi, Aguero e uma excelente safra (como sempre).

Já Mascherano leva com ele a experiência de ter sido medalha de ouro nos últimos jogos.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
17/01/2008 - 01:36

Homens de Peito

Compartilhe: Twitter

O trocadilho pode parecer infame, mas não é. A Copa da África de Seleções começa na próxima semana, domingo, reunindo as 16 melhores seleções do continente que já foi, nas palavras de Pelé, o futuro do futebol.

Pode não ser o futuro, mas é o presente. A Copa da África incomoda. Incomoda os europeus, que contam com africanos aos montes em suas equipes. Incomoda a UEFA, entidade com até mais poder que a Fifa em muitas vezes. Incomoda o natimorto G-14.

Incomoda porque em plena temporada, a quatro semanas das oitavas da Champions League e com as Ligas Nacionais Européias pegando fogo, eles tiram durante um mês alguns dos principais craques do futebol europeu.

Se a Copa América acaba com as férias de alguns mimados atletas como Kaká e Ronaldinho, a Copa da África mexe no bolso dos times. Drogba, Essien, Sissoko, Kanouté, Eto’o, para ficar apenas em cinco, desfalcam suas equipes.

A Liga francesa, primeira parada da maioria dos bons jogadores africanos, perde nada menos do que 25 atletas da primeira divisão. É como se o Brasileirão ficasse sem 25 de suas estrelas durante um mês.

Mas a Copa da África sobrevive. Mantém a data pois é a época com clima mais favorável ao jogo de futebol. Jogo que a África adora, que os jogadores são talentosos e que os clubes europeus são obrigados a liberar seus atletas pois trata-se de uma competição oficial.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
17/01/2008 - 00:57

Pra quem só pensa em dinheiro…

Compartilhe: Twitter

O Real Madrid foi desclassificado da Copa do Rei na Espanha pelo Mallorca. Os jogadores, assim, perdem a chance de engordar suas contas. O presidente do Real havia prometido 900 mil euros (faça a conta aí) para cada jogador (POR CABEÇA) em caso de uma tríplice coroa, ou seja, Champions League, Campeonato Espanhol e Copa do Rey. O terceiro (ou primeiro) já se foi. E, sinceramente, só acredito na Liga em 2008.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
13/01/2008 - 19:49

Ronaldo, Kaká ou Pato? Prefiro os três…

Compartilhe: Twitter

Tem gente que prefere dizer que Ronaldo roubou a cena de Pato. Outros podem até dizer que Kaká sumiu um pouco durante o jogo. E ainda aqueles empolgadíssimos com a estréia de Alexandre Pato.

Pois eu prefiro os três em campo.

Ronaldo em forma é o melhor atacante do mundo. Mais ou menos em forma, como aconteceu nesta noite em Milão, fica entre os 10 melhores do mundo fácil. No primeiro tempo, deu duas bolas para o Pato fazer que vinham acompanhados da frase: ‘Faz, moleque, faz’. Fez também dois gols. Um de cabeça com cabeleira.

Kaká ‘sumiu’ no primeiro tempo. Faz tempo que não joga como o ‘um’ que trás a bola desde o meio-de-campo. Foi o segundo atacante ao lado de Inzaghi ou Gilardino por muito tempo em 2007. Mas vai pegar o jeito logo. E nem por isso deixa de fazer as suas, como o golaço que marcou na partida.

E Pato, me desculpem os mal humorados, Pato é o cara. Ele estreou quase-nervoso, como qualquer garoto de 18 anos estrearia na Tuna Luso. Imagina no Milan. Mas estava lá. Perdeu dois gols feitos no gol de Seedorf. Deu dois petardos, um com cada perna. Correu muito atrás da bola. E em nenhum momento tentou firulas, coisa que ele sabe muito bem fazer. Mostrou respeito ao time, ao torcedor, ao adversário. Merecia um golzinho.

E fez logo um golaço. A matada que deu na bola em direção ao gol é de altíssima dificuldade. Num toque, tirou todos da jogada. Nem falta o zagueiro conseguiu fazer.

O trio está aí. Os caras são bons. Sorte do Milan.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
12/01/2008 - 14:01

Convocação para a história (assim esperamos)

Compartilhe: Twitter

Saiu o grupo de 18 jogadores que enfrentará o Napoli neste domingo pelo Milan. A lista tem cinco brasileiros, entre eles o atual melhor do mundo, outro que já foi por três vezes e um terceiro que é a nova aposta. Veja a lista:

PORTIERI: Dida, Kalac;

DIFENSORI: Bonera, Favalli, Kaladze, Maldini, Nesta, Oddo;

CENTROCAMPISTI: Ambrosini, Brocchi, Emerson, Gourcuff, Pirlo, Seedorf;

ATTACCANTI: Gilardino, Kakà, Pato, Ronaldo.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
Voltar ao topo