Publicidade

Publicidade
28/12/2007 - 11:13

Três atacantes, um meia e o volante que pode fazer diferença

Compartilhe: Twitter

Vendo as contratações dos grandes clubes cariocas até agora, obviamente a dupla Fla-Flu, com Libertadores pela frente, está investindo mais e melhor.

O Fluminense causa até certo espanto (ou preocupação?) ao contratar três atacantes de ponta. Washington, Dodô e Leandro Amaral poderiam ser titulares de qualquer time brasileiro atualmente. Os três juntos talvez seja um pouco de exagero.

Boa contratação sem dúvida é Conca, o que diminui bastante a pressão que existe em toda esta bagunça ridícula que é o caso Tiago Neves-Palmeiras-Fluminense e seus empresários. Conca fez um bom brasileirão e agrega.

Na Gávea, o que me enche de esperança não é a possibilidade de Ronaldo nem nada (mais uma balela, aliás?). Mas Kleberson. Sempre me intrigou este jogador.

Quando surgiu, teve a meteórica trajetória rumo a ganhar a posição de titular no último Mundial que conquistamos. Foi um dos melhores jogadores daquela campanha.

Kleberson é um segundo volante que não existe com fartura no futebol brasileiro. Um jogador que corre e marca, mas com muita qualidade no passe e com uma chegada de trás no ataque. Uma espécie de Pirlo ou mesmo o que Anderson tem feito no Manchester United.

Isso tudo é a teoria.

Na prática, ele é um jogador que mandou uma tintura no cabelo quando voltou do Mundial, não emplacou no futebol inglês, cambaleou no futebol turco e se meteu em confusão na última tentativa de retornar ao futebol brasileiro.

Recuperar Kleberson, por incrível que pareça, ainda pode ser bom negócio para o futebol brasileiro. Aos 28 anos, tem uma chance de mostrar algo e quem sabe ser uma referência para os jovens como Lucas, Anderson e Denílson que aos poucos vão mostrando que são o futuro da seleção na posição.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:

Ver todas as notas

8 comentários para “Três atacantes, um meia e o volante que pode fazer diferença”

  1. Fernando Gilliatt disse:

    Gosto muito das análises que vc faz sobre os jogadores que estavam prestes a explodir e não explodiram… Gostaria de ver algo seu falando sobre o Cicinho… Não resta dúvida que é um belo jogador mas acabou saindo meio estranho do Real Madri, agora tá na Roma mas não se firmou ainda…Vi o jogo da Roma contra o Milan desse ano onde ele jogou muito mas não sei porque ainda está no banco…

  2. Luis disse:

    Gostava do futebol do Kleberson. Acho que o sucesso subiu a cabeça e por isso ele dançou no Manchester. Engraçado que eu apostava mais nele que no Gilberto Silva pra fazer sucesso no Fut. ingles..

  3. formigão disse:

    eu acho que o flamengo contratou melhor e vai mais longe na libertadores o flu não tem tradição e pegou um grupo complicado

  4. Mário Sérgio disse:

    Não sei não, mas os três atacantes que o Fluminense contratou não me agradam. Três jogadores na mesma posição não dão muito certo.
    Além disso, discordo que jogariam em qualquer time brasileiro. Considero Dagoberto e Adriano melhores.
    Já o Kleberson foi a melhor tentativa feita. Fui fã dele (ainda que ultimamente não tenha jogado muito). Mas se jogar um futebol razoável (em relação ao que jogava) poderá ser a melhor contratação da temporada.

  5. Levisclei Omar Casag disse:

    Esta chegando o momento dos falsos heróis, prestarem contas e pagarem igual aos homens de boa-fé, que freqüentam as arquibancadas.
    http://www.elpais.com.Futbolistas millonarios, impuestos proletarios
    Una ley permite a algunos astros tributar al 24% frente al 43% que les correspondería
    · Chema – 30-12-2007 – 13:26:52h
    Cuando trabajaba en EE.UU, efectivamente ganaba un salario muy superior al que gana el ciudadano medio en EE.UU, por no decir España. Sin embargo, el trabajo lo conseguí porque hice un doctorado, y competí con otros más de 1.000 doctores para conseguir las 30 plazas disponibles. Nadie me dio nada: lo que tengo, lo debo a mi esfuerzo y mi inteligencia, por tanto, no tengo porqué compartir con los vagos, idiotas y perdedores el fruto de mi trabajo.
    · 70
    Diego – 30-12-2007 – 13:23:41h
    La gente que se queja deberia de ser consecuente y no ir a los partidos si le quema que haya personas que tengan estos salarios (y encima no paguen impuestos como deberian) por hacer lo que hacen. Y los de “yo no pago impuestos en USA” si algun dia un muerto de hambre les mete un disparo a la rueda del coche y luego les secuestra que no se quejen.
    · 69
    Sergio ( http://www.revogamers.net ) – 30-12-2007 – 13:15:46h
    Es una desfachatez llegar aquí a presumir, si no a restregar, los bajos impuestos que algunos pagáis en Estados Unidos. No es gratuito llamaros egoístas, porque no hace falta alzar mucho la vista para encontrar la pobreza y la inmundicia, seguramente en cualquier calle del centro de vuestras ciudades. Sin ir más lejos, según el informe del PNUD en 2005, en EE.UU. había 37.000.000 DE POBRES, es decir, casi la población de España, ¿estáis orgullosos?
    · 68
    javiersan – 30-12-2007 – 13:12:03h
    “inmigrantes con papeles” sueldos millonarios y resulta que paga mas el que gana 800%u20AC que estos “superdeportistas”, porque el futbol es de “interes público” tenemos lo que nos merecemos, país…

  6. Paulo Henrique disse:

    Não sei se o Fluminense fez um bom papel em contratar tantas “estrelas” para uma mesma posição , não sei se o Dodô vai ficar satisfeito na reserva , e ainda contratar o Gustavo Nery ai fica muito dificil sonhar com algo…

  7. Jorji Akagi disse:

    Tres atacantes de ponta, tem que ri pra não chorar.

  8. I needed to thank you for this fantastic read!! I certainly enjoyed every bit of it. I have you book marked to look at new stuff you post…

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo