Publicidade

Publicidade
03/09/2007 - 16:33

Contra Cruzeiro e Santos, o mesmo Corinthians

Compartilhe: Twitter

Eu fui ao Pacaembu ver os jogos do Corinthians contra o Cruzeiro e o Santos. Resultados 100% opostos. Um derruba o técnico o outro traz alegria e felicidade para semana alvinegra.

Pois não tenho medo de afirmar categoricamente. O mesmo Corinthians jogou as duas partidas. Um time que não constrói nada. Que também não destrói direito e que não tem sequer uma jogada ensaiada. Um time pior preparado fisicamente que os demais. Que chega atrasado e vive basicamente da empolgação.

Mas como explicar então o resultado tão diferente nas duas partidas contra times candidatos ao título?

Para mim, a diferença foi o adversário.

O Cruzeiro chegou no Pacaembu respeitando o Corinthians. Foi para vencer, mas não saiu para o jogo de cara. Esperou ali uns minutos. Deixou a responsabilidade para o outro lado. Abafou de forma avassaladora o ridículo time da casa, que não sabe trocar dois passes. Feito isso. Depois que provou ser (muito) superior em campo, saiu para matar o jogo.

O Santos fez o contrário. Entrou em campo para golear. A torcida santista compareceu bem, quase lotando o tobogã. O time tomou a iniciativa do jogo, ficou com a bola e não teve inspiração.

O gol corintiano foi o retrato da fase. A falta foi na intermediária, que é onde o time do Corinthians consegue chegar. Jamais o time consegue passar deste ponto tocando bola. Nenhum ala chega no fundo, nunca o Vampeta consegu entrar tablando no meio e jamais o Finazzi recebe uma bola redonda para fazer pivô como o Aloísio, por exemplo.

O chute certeiro foi um em mil. O famoso gol achado. O gol no segundo tempo a mesma coisa. Não é um contra-ataque bem estruturado, de pé em pé, com passagens por trás ou toques rápidos. É um bicão pra frente, que calhou do Finazzi chegar na bola e cruzar bem.

E só. Estivesse o Santos num dia como aquele contra o Grêmio na Vila pela Libertadores e seria mais uma goleada.

O resultado, é claro, é muito animador. O time, não. O Corinthians fraco é o mesmo. Na alegria e na tristeza. Na vitória ou na derrota.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:

Ver todas as notas

8 comentários para “Contra Cruzeiro e Santos, o mesmo Corinthians”

  1. Raposão disse:

    VAi ser assim em todos os jogos, o Cruzeiro vai sempre respeitar o adversário, mas jogar com garra sabendo que cada jogo a partir de agora é uma final. Viu como estou falando igual a um técnico ou mesmo um jogador de futebol!!!!

  2. Joao Alves disse:

    BamBi %!@$&@# Cala a boca sua Bixa! Vai chupar viadinhoo.. pega o Aloisio e o Richarlison e vai fzer orgia seu gay depravado!

  3. Gustavo Henrique disse:

    Mauricio, pegou pesado. Vai me dizer que o contra-ataque do Corinthians não foi devidamente arquitetado???? Tira a camisa do São Paulo, rapaz.

    E no post acima a mesma coisa: Dois jogadores por convocação, como o São Paulo. Você tá de brincadeira né?????

  4. Ricardo Oliveira disse:

    Ai, ai, Bambi é complicado. Onde a torcedora estava entre 94 e 2005, antes do São Paulo “ressurgir”?

    Já sei, na mesma sauna gay que todos os outros são-paulinos estavam.

    É fueda, né? Torcer pra time sem história é isso: quando o time tá bem, torce, grita é campeão e critica os times adversários sempre com ar superior. Quando está mal, guarda a camisola rosa no armário e vai pro Ibirapuera gritar pelo Giba e torcer pro volei.

  5. Paulo Scopa disse:

    Pô Maurício, mandou bem mal. Parece um post escrito pelo Souza em uma resposta ao Vampeta (que aliás, deveria ter um pouco mais de história pra poder criticar o véio Vamp). E olha que eu sou palmeirense, hein?

    O Corinthians jogou contra o Santos com uma vontade que ninguém teve no campeonato até agora. Fechado, saindo só na boa, consciente das suas limitações. Talvez até motivado pelas declarações de que o Santos ia devolver os 7 a 1 de 2005. Contra o Cruzeiro, foi um jogo pra derrubar o Carpa, que ninguém mais aguentava. Aliás, o teu SP fez a mesma coisa para derrubá-lo.

  6. Marcelo da Luz disse:

    Ah palhaço, lava tua boca p/ falar do Corinthians, seu bambi do %!@$&@# torcedorzinho de fim de semana, não jogou nada? isso é hipocrisia, safado, ñ tem moral p/ falar nada fique quieto, ou vá falar do teu marido que ñ assume que é %!@$&@# o Richarlysson.

  7. Diogo disse:

    Santista babaca.

  8. Sulivan Tadeu Teodor disse:

    concordo plenamente sou corintiano, mas com este time tenho minhas duvidas se ele vai chegar á algum lugar, com excessão do goleiro que é bom..

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo