Publicidade

Publicidade
21/08/2007 - 14:31

Coerência na escalação

Compartilhe: Twitter

O Brasil deve deixar Ronaldinho e Kaká no banco no amistoso desta quarta.

É coerente, claro. O time será com 100% de jogadores que estiveram na Copa América. E só não será o mesmo por contusões.

Doni, Maicon, Alex Silva, Naldo e Kleber; Mineiro, Josué, Elano e Julio Baptista; Robinho e Vágner Love.

É claro que não é o melhor time. Claro que Julio Baptista mal e mal tem condições de ser reserva da seleção. Claro que Ronaldinho, Kaká e Julio Cesar a qualquer minuto voltarão a ser titulares.

Mas é o atual time campeão da Copa América que humilhou a Argentina na final.

Ou seja. Coerência é bom e todo mundo gosta.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:

Ver todas as notas

4 comentários para “Coerência na escalação”

  1. Roska Larga disse:

    Quem gosta? Eu não! Deixar Ronaldinho e Kaká no banco é uma ofensa ao futebol. Pau na cabeça do Dunga, aprendiz de técnico rídículo.

  2. DNR disse:

    Vc tem razão, mas ver o Julio Baptista com a camisa 10 do Brasil é de doer!!!

  3. marina disse:

    Burrice agora é sinônimo de coerência?Pare com essa história de defender o anão de jardim,essse sim JAMAIS deveria estar no banco dirigindo a seleção.

  4. Rapha disse:

    “Toda coerência é, no mínimo, suspeita”. Nelson Rodrigues, que faria 95 anos.

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo