Publicidade

Publicidade
23/01/2005 - 10:43

Compartilhe: Twitter

Jo no creyo en brujas…

por Carlos Sperandio Jr

Alguém aí em sã consciência se arrisca a comentar a mais nova teoria da conspiração que veio à tona nessa semana que se passou?

O que dizer das declarações de Dieguito – devidamente admitidas pelo treinador argentino da época, Carlos Bilardo – sobre o ‘dopping’ indireto aos nossos atletas na célebre e, até então, pra nós mais esquecível oitavas-de-final de uma Copa em 1990?

Merece investigação sim. Ainda mais quando se tem imagens de TV mostrando a escolha das garrafas a serem dadas pela comissão médica portenha. Argentinos tomam duma, brasileños, doutra. Da batizada com medicações sedantes e neurodepressoras.

Um milhão de perguntas se isso realmente aconteceu:

Justifica nossa derrota?
Vale tudo numa Copa do Mundo?
O tempo foi a nossa melhor vingança?
Maradona, por favor, volte ao exílio e à lei da mordaça?

Com a palavra, a torcida…

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:

Ver todas as notas

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo