Publicidade

Publicidade

Arquivo de outubro, 2004

28/10/2004 - 10:24

Compartilhe: Twitter

Luto

por Mauricio Teixeira

Estava no estádio ontem quando vi o Serginho cair. Achei que era uma torção no joelho ou algo do gênero. O desespero dos atletas e do árbitro foi praticamente um atestado de óbito. Uma lástima. Uma lembrança terrível. O futebol silenciou.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
25/10/2004 - 11:57

Compartilhe: Twitter

Sem fôlego

por Mauricio Teixeira

Manchester x Arsenal foi a melhor partida de futebol do ano. E ainda foi premiado pela pior arbitragem da temporada. Não interessa. Que jogo! Que palco! Quanta habilidade. Quanta raça. O Arsenal, mesmo derrotado, mostrou que é um time de atitude e força quando precisa também. E o Manchester jogou a vida em 90 minutos. Delícia de partida, ao contrário de Milan x Inter e Real Madrid x Valencia.

Comparável mesmo em emoção, só a reta final do Brasileirão. Se não tem a técnica do derbi inglês, ou os craques dos clássicos espanhóis, ninguém bate nosso torneio em equilíbrio. São Paulo x Santos foi um jogo de paciência e Palmeiras x Atlético-PR, um de superação. Tudo ajudado pela 6ª vitória seguida em casa do Azulão e uma excelente vitória fora de casa do Juventude. Será o campeonato de pontos corridos mais disputado do mundo. Você pode ser o primeiro colocado ou nem se classificar para a Libertadores. Tudo em apenas 9 rodadas.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
20/10/2004 - 19:00

Compartilhe: Twitter

Dois dias do melhor da bola

por Mauricio Teixeira

Itália rules – quem manda na Champions é a Itália. Três dos quatro 100% até aqui são Juventus, Inter e Milan. O Outro é o Chelsea.

Inter arrasadora – dos resultados de hoje, o mais improvável era o Valencia tomar de 5 em casa para a Inter.

Grupo B – promete ser o grupo mais incrível. Terminado o primeiro turno, fora a Roma, com zero, Real, Leverkusen e Dinamo estão empatados com 6 pontos.

Barça x Milan – Foi um jogo digno do que se esperava. O primeiro tempo foi do Milan, que fez o gol e dominou as ações. O segundo foi totalmente Barça, que não teve competência na conclusão. Ronaldo começou tímido mas no segundo tempo fez a diferença. Kaká pouco lembrou o brilhante jogador, mas como o time do Milan é muito forte, viveu bem sem ele. Cafu fez o grande cruzamento do gol.

Fenômeno – como o nem sempre inteligente torcedor do Real Madrid gosta mais de gente que dá o sangue do que os que são habilidosos e fazem gols, a atuação de Ronaldo contra o Dinamo, fazendo a jogada do gol e depois tomando duas boladas nas partes na zaga, devem criar uma nova fase no relacionamento dele com a torcida.

Arsenal – os gunners estão no grupo mais fácil na minha opinião. Mesmo assim, estão pedindo para perder a tal invencibilidade. Mais um empate.

Porto – o que dizer do campeão Porto depois de mais essa derrota. Ficou muito difícil virar o jogo. Não é fácil perder alguém como Deco e tentar recompor o time às pressas, mesmo tendo talentos como Carlos Alberto, Diego e Luis Fabiano.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
20/10/2004 - 10:59

Compartilhe: Twitter

Imperdível

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
15/10/2004 - 20:07

Compartilhe: Twitter

Meia dúzia de palavras sobre a seleção

por Mauricio Teixeira

Kaká – sim, ele fez falta. Aliás, ele faz muita falta. Desde os tempo do São Paulo. Falta para cartão amarelo. Falta para cartão vermelho. Ele faz jus e engrossa a fama de violentos dos Atletas de Cristo. Por isso vive suspenso. E o campeonato italiano, digamos, não vai ser o lugar ideal para recuperá-lo. Mas Parreira que é um sábio homem deveria chegar junto no rapaz. Do jeito que vamos, ficar sem ele num dos 7 jogos de uma Copa do Mundo não seria boa idéia. Bola ele tem. Não precisa das entradas e dos carrinhos que insiste em aplicar. Se fosse Copa, o primeiro carrinho que deu no jogador da Venezuela antes dos 10 minutos de jogo e já estaria na rua.

Adriano x Alex – sempre vou pender para o Alex se a questão é quem subistitui Kaká ou Ronaldinho Gaúcho. O talento tem preferência. Vou além. Acho que o Adriano vai ser eternamente reserva. O tipo de jogo de nossa seleção não combina com o dele. Talvez no lugar do Serginho Chulapa em 1982 seria uma boa. Mas com o atual time técnico e de toques curtos, Adriano vai ser uma excelente opção para mudar o jogo no segundo tempo.

Ronaldinho Gaúcho – a diferença entre o da seleção e o do Barcelona ainda é grande. De qualquer forma, devo discordar do comentário de Antonio no post anterior. Ele é o melhor e mais lúcido entre os criativos da seleção mesmo assim. Exagerou um pouco nos lances individuais contra a Colômbia mas é que dele isso sempre se espera.

Rivaldo – acho que nem Alex nem Adriano nem Diego por enquanto. O único que pode sonhar em substituir Kaká a altura é o velho pentacampeão caso volte a jogar bem e ter ritmo de jogo lá na Grécia.

Renato e Magrão – Não consigo ter confiança em nenhum dos dois. É engraçado isso, mas a verdade é que nos acostumamos um pouco com volantes ou truculentos como Mauro Silva/Dunga/Emerson/Gilberto Silva ou habilidosos como Juninho Pernambucano/Kleberson e até Edmilson. A impressão que tenho é que eles não vão aguentar o tranco num jogo difícil como contra Itália ou Argentina e que ao mesmo tempo serão inoperantes e inúteis em jogos fáceis e retrancados como Chile e Colômbia. Nem lá nem cá. Nem fede nem cheira.

Edu – Eu ainda não entedi a insistência do Parreira nele. O grande beneficiado com a chegada de Edu na seleção foi Zé Roberto, que fica sem um reserva à altura e titular absoluto. O mestre Tostão pede Robinho na função. Concordo com ele mas já estou aceitando testar inclusive outros dois santistas e um atleticano para o caso do Parreira querer ser mais cauteloso: Elano, Ricardinho ou Jadson.

Parreira – Acho que está tranquilo demais. Em 1994, era uma guerra. Agora, é um passeio. Parreira precisa trabalhar mais. Montar alternativas aos esquemas retrancados. Bolar jogadas. Impor mais seriedade aos jogadores. Marcar a saída de bola.

Brasileirão – chega de seleção… Agora é a reta final. Aproveitem!

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
13/10/2004 - 14:56

Compartilhe: Twitter

Melhores do Mundo parte 2, meus favoritos

por Mauricio Teixeira

A disputa pelo jogador do ano na temporada 2003/2004 não vai ser tão vibrante como a da temporada 2004/2005. De qualquer forma, tento extrair não uma, mas algumas listas com os três favoritos em cada quesito. Lembrando sempre que o prêmio diz respeito ao período que vai de julho/agosto de 2003 à julho/agosto de 2004. Época em que o Porto foi o melhor time da Europa com o Monaco como vice, e que a Grécia a melhor seleção, com Portugal vice. Época também em que o Brasil foi campeão da Copa América sem os titulares e que o Once Caldas apavorou a Libertadores.

A que eu acho que é certa

1 – Deco (pelo que fez no Porto e na seleção portuguesa)
2 – Ronaldinho Gaúcho (pela recuperação sensacional do Barcelona e o espetáculo)
3 – Henry (por simbolizar e abrilhantar um time invicto durante toda a temporada)

A que eu acho que a Fifa vai eleger

1 – Henry (um francês ídolo na Inglaterra é um prato cheio, além dele ter merecido no ano passado também)
2 – Ronaldinho Gaúcho (um aquecimento para o título do ano que vem)
3 – Luis Figo (acho que ele vai entrar pq o Real não pode ficar de fora e ele já representa Portugal no embalo)

Os midiáticos espetaculosos do mundo Pop da Bola

1 – Ronaldinho Gaúcho (dinheiro + mídia + resultado + carisma + show de bola)
2- David Beckham (O Real é o único time do mundo que quanto mais perde, mais tem lucro)
3 – Wayne Rooney (nasce um novo sonho para os ingleses ficarem iludidos por mais algumas temporadas)

Os ‘lá-de-trás’

1 – Maldini (se um zagueiro receber um dia, tem que ser ele)
2 – Cafu (ele não precisava mais provar nada a ninguém… mas foi arrebentar no Milan)
3 – Alessandro Nesta (para completar o trio milanês, já que o Roberto Carlos nada jogou na última temporada)

Os enganadores da lista

1 – Raúl (talvez em um ou outro ano de sua carreira tivesse merecido ficar entre os três, desta vez, não deveria estar entre os melhores do Campeonato Catarinense)
2 – Michael Owen (nosso amigo vive há 6 anos do gol que fez na Copa de 1998. Nem na Inglaterra ela fazia diferença, e muito menos na temporada passada. Se ele entrou na lista, o Morientes também deveria estar)
3 – Samuel Eto’o (não acho que ele seja um grosso, mas não concordo que ele possa figurar entre os 35 melhores do mundo do ano passado)

Por que eles não entraram?

1 – Alex (de agosto de 2003 até o fim do ano + Copa América, ninguém jogou como ele)
2 – Carlito Tevez (faz tempo que o garoto vem desequilibrando, inclusive na Olimpíada)
3 – Morientes (não é um craque, mas foi à final da Champions e fez a diferença no Mônaco)

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
08/10/2004 - 11:36

Compartilhe: Twitter

Titu

por Mauricio Teixeira

Dida, Cafu, Roque, Juan, Roberto, Renato, Juninho, Zé Roberto e o trio fantástico Kaká, Ronaldo e Ronaldinho. O time A entra em campo sábado. Espero que eles tenham motivação para jogar. Eu acho que não tem pq não ter.

Ronaldinho parece se divertir em qualquer pelada e agora está 100%. Ronaldo quer ser o maior artilheiro da história da seleção. Kaká ainda não se firmou titular absoluto e tem que começar a se mexer pois Rivaldo voltou a atuar. Zé Roberto tem uma sombra em Edu. Cafu volta ao time. Roberto precisa superar má fase que vive no clube apesar do golaço contra a Roma.

Ou seja, eu acho que tem jogo amanhã!

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
05/10/2004 - 17:07

Compartilhe: Twitter

Melhores do Mundo

por Mauricio Teixeira

Como faz tempo que não postamos nada, resolvi mandar aqui a lista de candidatos a melhor jogador(a) do mundo da Fifa. Façam suas apostas. Eu vou pensar um pouco mais.

MASCULINO:
Adriano (Inter de Milão)
Ayala (Valencia)
Michael Ballack (Bayern de Munique)
Milan Baros (Liverpool)
David Beckham (Real Madrid)
Gianluigi Buffon (Juventus)
Cafu (Milan)
Cristiano Ronaldo (Manchester United)
Deco (Barcelona)
Didier Drogba (Chelsea)
Samuel Eto’o (Barcelona)
Luis Figo (Real Madrid)
Steven Gerrard (Liverpool)
Ryan Giggs (Manchester United)
Thierry Henry (Arsenal)
Zlatan Ibrahimovic (Juventus)
Oliver Kahn (Bayer Munique)
Kaká (Milan)
Frank Lampard (Chelsea)
Henrik Larsson (Barcelona)
Roy Makaay (Bayer Munique)
Paolo Maldini (Milan)
Pavel Nedved (Juventus)
Alessandro Nesta (Milan)
Michael Owen (Real Madrid)
Robert Pires (Arsenal)
Raúl (Real Madrid)
Roberto Carlos (Real Madrid)
Ronaldinho Gaúcho (Barcelona)
Ronaldo (Real Madrid)
Wayne Rooney (Manchester United)
Andrei Shevchenko (Milan)
Ruud van Nistelrooy (Manchester United)
Theodoros Zagorakis (Bologna)
Zinedine Zidane (Real Madrid)

FEMININO:
Shannon Boxx (EUA)
Cristiane (BRA)
Maribel Dominguez (MEX)
Formiga (BRA)
Mia Hamm (EUA)
Charmaine Hooper (CAN)
Kristine Lilly (EUA)
Renate Lingor (ALE)
Hanna Ljungberg (SUE)
Marta (BRA)
Malin Mostroem (SUE)
Bente Nordby (NOR)
Marinette Pichon (FRA)
Pretinha (BRA)
Birgit Prinz (ALE)
Silke Rottenberg (ALE)
Homare Sawa (JAP)
Briana Scurry (EUA)
Kerstin Stegemann (ALE)
Victoria Svensson (SUE)
Abby Wambach (EUA)

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
Voltar ao topo