Publicidade

Publicidade
16/04/2004 - 12:12

Compartilhe: Twitter

Adiós, Aznar!

por Maurício Teixeira

Assim como o madrilenho Aznar deixou ontem a presidência, tomando um baile de bola no campo, o Real Madrid tem tudo para ser destituído de seu mandato de imperador do futebol, que já dura desde 1998, praticamente. A Liga Espanhola pode até ser deles este ano, mas em 2004-2005, tudo deve ser diferente.

Como Aznar, que perdeu para Zapatero, um socialista, o novo e revolucionário Barcelona tem grandes chances de tomar o cargo da realeza, pelo menos na Espanha. Desde a saída de Rivaldo, o time não teve muita chance. A legião de holandeses do time já deu o que tinha que dar e a chegada de Ronaldinho trouxe novos ares ao Camp Nou. Começa com a lista de propáveis contratações.

O time estudou direitinho a sua (boa) temporada de 2003-2004. Já definiu que tem: um craque, Ronaldinho, dois bons goleiros, uma zaga razoável e um carregador de piano responsa que é o Davids. Nisso, não vão mexer. Precisam, agora, montar um time. De preferência, do meio para frente.

O mais triste tem sido o ataque. Saviola não é de todo ruim. Para compor a equipe, passa. No banco, é bem verdade, se as possíveis contratações de Luque do La Corunha e Trezeguet da Juventus se efetivarem.

Além da dupla, nosso Emerson, um dos reis de Roma, deve chegar. Com ele, qualquer time (menos a seleção brasileira) ganha um peso no meio-de-campo, uma chegada forte de cabeça e muita marcação. Emerson + Davids, pra seguir na comparação, no atual meio do Real, com Zidane, (Figo ou Beckham), Raul e Ronaldo, aí sim, garanto, os Blancos teriam um time imbatível.

Enfim, o enfraquecimento do grande exército de Madri e fim do terror no futebol catalão devem inverter as forças na Espanha.

ps.: Por falar em regiões e povos da Espanha e sem criar polêmica, muito construtiva toda a discussão sobre a Galícia nos comentários de alguns posts atrás. Ainda mais em ano de ‘Xacobeo’. Inclusive, de 3 a 7 de maio, haverá, em Santiago de Compostela, o Congreso de Lingüística Geral

foto: agencia EFE na capa do El Pais

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:

Ver todas as notas

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo