Publicidade

Publicidade
12/06/2003 - 18:39

Compartilhe: Twitter

A raposa vai cuidar do galinheiro

por Mauricio Teixeira

A Copa das Confederações pode ter uma conseqüência trágica para o Brasileirão. O time ‘B’ que o Brasil mandou para terras francesas é muito forte e, dado os adversários, é franco favorito para levar o título. Melhor (ou pior): dando um show de bola parecido com a surra na Nigéria.

De Ronaldinho, Émerson, Adriano, Dida, Lúcio, consagrados na Europa, já se esperava algo assim mesmo. O ‘problema’ todo vai ser segurar Ricardinho, Luiz Fabiano, Gil, Kléber, Alex, Maurinho e toda a artilharia pesada do Brasileirão. Junho e julho é época de fechar contratos na Europa. A hora, propícia para eles, pode ser a ruína do Brasileirão. Menos badalados e mais baratos do que os assediados Robinho, Diego e Kaká, os convocados de Cruzeiro, Corinthians e São Paulo podem não voltar mais dos campos do Velho Continente.

Afinal, quem não contrataria?

Pense no Barcelona, por exemplo. Depois da pífia temporada, dizem que Ronaldinho Gaúcho está nos planos do time da Catalunha. Mas eu iria muito além. Levaria, sim, nosso genial meia gaúcho pelo dinheiro que fosse. Mas, aproveitaria o preço baixo e a boa fase de Luiz Fabiano para aposentar de vez o passado Kluivert. E se Ronaldinho fosse para o Manchester United, tem o Alex dando sopa.

E a Inter de Milão? Com baixíssimo custo, o time poderia formar o lado esquerdo com Kléber e Ricardinho. Dez bolas na cabeça do Vieri por jogo ou o seu dinheiro de volta. A Roma, sem Cafu, pode ficar com Maurinho e perpetuar assim o brasilianismo na ala direita.

O Arsenal, que já não é estranho aos brasileiros graças aos dedicados Edu e Gilberto Silva, tem a chance de ouro de levar Gil para ir aos poucos ocupando a vaga dos trintões Bergkamp e Wiltord e formar dupla com Henry. Sem contar o mercado francês, espanhóis como Valencia e La Corunha, Porto e Benfica, o desesperado Bayer Leverkusen e etcs.

Enfim, levar esse time para Europa, durante as contratações para a temporada 2003/2004, com ótimos jogadores com preços lá embaixo, é mais ou menos como colocar a raposa para cuidar do galinheiro. E o Brasileirão? Bom, a gente dá um jeito…

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:

Ver todas as notas

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo