Publicidade

Publicidade
03/06/2003 - 11:47

Compartilhe: Twitter

Aldair: 13 anos de paixão dos romanos

por Maurício Teixeira

Hoje eu resolvi contratar um italiano para escrever a coluna para mim. Sobre um brasileiro que começou a vida subnutrido, vivendo naquilo que o nosso país tem de pior e que venceu como poucos na sua vida. Aldair é um zagueiro que destoou de seus contemporâneos. Bom jogador dentro e fora de campo.

Muito poderia falar dele. De seus títulos, do como como conduziu a imagem de nosso país e do nosso futebol no exterior ou de sua condição de titular nos 13 anos em que esteve na Roma. Mas à italiana, de forma mais dramática, prefiro aqui dar voz aos torcedores romanos e a seu maior craque.

Os torcedores, que foram ao Estádio Olímpico para a sua partida de despedida contra uma seleção brasileira, estamparam uma faixa com os seguintes dizeres: “Te amar por 13 anos foi fácil, difícil será ficar sem você”.

Como se não bastasse, Francesco Totti, o grande jogador do clube e também um dos melhores do mundo, escreveu a seguinte carta para Aldair. Fiquem com ela.

Olá Pluto

Jogaremos nossa última partida juntos e eu ainda não consigo pensar que essa seja sua partida de adeus do futebol, porque ninguém como você parece tão soberano naquele tapete verde. Faltará um pedaço de Roma lá atrás, sem você para defender nosso gol.

Não quero, contudo, cair no sentimentalismo, e escrevo para te agradecer. Mais do que pela sua carreira de jogador, pela pessoa que você é. Nos faltará o seu modo reservado de ser, o seu jeito de falar só o essencial, mas eficazmente. Poucas palavras, que resistem ao tempo.

Caro Pluto, sua ausência será sentida por todos nós, mas sobretudo por mim. Treze anos juntos, dividindo alegrias, tristezas, brincadeiras e emoções indescritíveis. Você me viu crescer e amadurecer como jogador, e espero também como homem. Você deixa seu testemunho, como disse alguns dias atrás, mas apenas virtualmente. Porque acredito que, na Roma, um lugar para você existirá sempre. Obrigado por tudo,

Francesco Totti

ps. A tradução é de Gian Oddi, correspondente da Revista Placar em Roma.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:

Ver todas as notas

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo